Foco

Esse blog já foi anônimo. Já era meu, só que de outro jeito: filtro zero. Estava aqui lendo os textos, guardados, na ânsia de encontrar ao menos um que pudesse postar assinando embaixo sem alterar e… nada! “Salvei” apenas dois que reescreverei porque amo cada ideia.

Meu sentimento? É estranho não poder dizer o que penso, do jeito que é…

Veio à minha mente a última sessão de terapia (das 5 que me aventurei a fazer)… Passei 90% dela falando de uma única pessoa e nem notei. A psicóloga que me chamou atenção para o fato e pediu que eu buscasse, em mim, a razão daquilo. Por que ficaria quase uma hora falando bem de alguém que só me irritava? Resposta óbvia: porque somos iguais, chegamos às mesmas conclusões sobre pessoas e fatos. A diferença é que ele diz, sem filtro, e eu não – o admiro. A gente fala de quem admira.

Sei que tenho ainda seguidores do ForadaCurva antigo e quero pedir desculpas se tiver que segurar o dedo, vez por outra, para ser “o mínimo” politicamente correta. Convivo todos os dias com entrelinhas, silêncios, reflexões solitárias, como a maioria vocês, mas aqui é nosso espaço e precisamos dele sem filtro. É meu novo desafio e o foco do blog!

flip2012_009

 

Ah! Quero agradecer os que ficaram felizes de receber a notificação da volta do blog. Sorri em saber e me estimulou ainda mais a escrever!

Boa noite e bons sonhos.

Anúncios

Quero sua opinião! Fique a vontade...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s