Disciplina da Gentileza

Não é à toa que o primeiro lema da minha arte marcial é “Manter a disciplina”, acredito nela. Se deseja mudar, estabelecer ou ajustar o que quer que seja na sua vida, está aí o que determina sucesso ou fracasso.

Vale para absolutamente tudo. Experimenta decidir ter uma empresa (ou um blog…rs), emagrecer, estudar ou se relacionar (por amor ou amizade) sem disciplina. É triste! Em pouco tempo, você nem se lembrará das metas que tinha. Mudar os próprios padrões é dificílimo e apenas através da disciplina em fazer, de fato, o que nos propomos, que a vitória torna-se possível. Se ficar sentado, pensando, planejando sem atitude ou reclamando, pode ter certeza que tudo ficará igualzinho.

Estou atrás de informações sobre um psicólogo americano muito interessante e sobre o qual nunca tinha ouvido falar… Seu nome é Albert Ellis e ele provou que persistir até vencer, seja o que for, através da mudança de comportamento, é o caminho. Ele era um homem tímido, incapaz de abordar uma moça, até decidir que encararia o seu maior medo. Ficou em uma praça, durante um mês, executando seu plano de vitória: se obrigou a falar com todas as mulheres que se aproximassem.  Foram 130 mulheres e, claro, teve todo tipo de resposta, a maioria ruim, mas 30 se salvaram, responderam com simpatia ou simplesmente sorriam. Pouco importa, na verdade, as reações delas, importa que ele mudou seu próprio padrão, venceu, com atitude e disciplina.

Hoje desejei que as pessoas buscassem ser mais disciplinadas com a gentileza. Parece comum não olhar para as pessoas… Dizer “bom dia” e sorrir então está fora de moda! Todo mundo fechado demais dentro de si, alguns com nítida arrogância, outros com insegurança ou simplesmente distraídos em seus celulares.

Se é difícil pra você, pense com carinho na hipótese de exercitar uma mudança e ter disciplina para ser gentil… sorrir sem freio… agradecer mais e reclamar menos… olhar ao redor com cuidado e valorizar o que é importante de verdade… sentir o ambiente e as pessoas… agir pelo que é eterno e agir mesmo!

Monica_014

Isso é tratar bem a vida. Vai por mim… Muda tudo!

Anúncios

Você tem o que pede

8231258090_306c70e1d7_o

Dedico os primeiros instantes de todo ano a um pedido. Faço isso desde que me lembro por gente. Alguns pedem dinheiro, outros sucesso, outros casamento… cada um pede o que mais quer, imagino.

Passei os últimos 20 anos, pelo menos, pedindo SABEDORIA.

Pedir sabedoria é o contrário de pedir facilidades. Sou contra facilidades, não gosto nem de carro automático porque não abro mão da habilidade de trocar marchas. Quero muitas coisas, como todo mundo, mas quero tudo com sabedoria.

Meu tempo é diferente. Não prezo por rapidez e sim por bases sólidas e sinceras demais. Não perco tempo com o que não tem chances de perpetuar e construir; vou só até onde tenho fé. Todos os meus relacionamentos são assim. Tenho os melhores amigos do mundo e os tenho por muitos (ou todos) os anos. Poucos tem esse privilégio. Tiro da minha vida o que não me acrescenta ou é raso demais pra mim. Fica apenas o que e quem faz a diferença. É minha escolha e assumo.

Até nos meus resgates busco sabedoria para o momento atual. Um dia desses, precisava lembrar como sou boa em “sentir felicidade” e passei o dia todo ouvindo umas 5 músicas que faziam, no passado, meu coração bater mais forte e deu super certo! Me preenchi daquele sentimento gostoso e lembrei sim o quanto sei ser apaixonada!

Dar importância à sabedoria, mais do que a outras coisas, pode ter cara de perfeccionismo, mas não é… é cuidado, zelo, respeito, é buscar ser uma pessoa/mulher melhor. A vida é um rascunho, mas à caneta, então faço da melhor forma possível. Sim, penso demais, mas capricho…rs

Escolhi a sabedoria para a minha felicidade e para a felicidade das pessoas que realmente me  importam. Para estes, dedico meu cuidado e meu amor. Meu pedido foi sempre atendido plenamente.

E você, o que pede?

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.

. Martha Medeiros .

Sente-se amado